Atualizado 27/04/2018

Apreensões de cigarros contrabandeados aumentaram 18% em Santa Catarina

As apreensões de grandes cargas de cigarros contrabandeados em Santa Catarina se tornaram mais comuns em 2018. Tanto que em todos os meses de 2018 houve confisco de ao menos 1 milhão de maços de cigarros de origem estrangeira, principalmente do Paraguai.

 

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a carga apreendida até 18 de abril foi de 6,25 milhões de maços. Em janeiro, quando foram confiscados 1,85 milhões de carteiras do produto, houve a maior quantidade apreendida do ano: 600 mil maços contrabandeados descobertos num depósito em Gaspar, no Vale do Itajaí.

 

A carga apreendida em 2018 é cerca de um milhão maior na comparação com o mesmo período do ano passado, quando 5,3 milhões de maços foram confiscados pelos agentes. O aumento de 18% é resultado da experiência dos agentes em abordar caminhões com carga contrabandeada, segundo o inspetor da PRF Carlos Possamai.

 

- Vemos que estamos fazendo um trabalho mais assertivo, principalmente pela experiência em pegar caminhões ao longo dos últimos tempos. Isso tem cooperado no momento de abordar os veículos certos e no sucesso maior na captura daqueles que eventualmente queiram fugir.

 

 

Possamai ressalta que a PRF depende muito das denúncias para investigar e apreender as cargas de contrabando que passam por Santa Catarina. Dessa forma, alguns meses podem ter uma quantidade muito maior de carga apreendida na comparação com outros. 

 

- Além de depender da quantidade de denúncias que recebemos, algumas vezes elas ocorrem para uma carreta e outras vezes para um automóvel. São situações totalmente diferentes. As vezes tem a denúncia, mas não é possível localizar os veículos.

 

grande apreensão mais recente ocorreu no último sábado em Barra Velha, no Litoral Norte do Estado. Um veículo com placas de Umuarama-PR foi abordado em uma fiscalização de rotina da PRF, na qual os agentes encontraram o baú do veículo com carga de cerca de 300 mil cigarros contrabandeados. 

Fonte: Diário Catarinense
© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções