Atualizado 31/07/2017

Jandrei lembra Danilo e se diz feliz por colocar nome na história da Chapecoense

Depois de vencer o Defensa y Justicia no tempo normal por 1 a 0, o torcedor viu a classificação para as oitavas de final da Copa Sul-Americana nas mãos de Jandrei. E o goleiro não decepcionou. Foi o herói da noite na Arena Condá. Pegou duas cobranças dos argentinos. E para confirmar a vaga, os jogadores da Chape não erraram nenhuma penalidade: 4 a 2. Após a partida, Jandrei lembrou o goleiro Danilo, morto na tragédia com o avião da Chape em novembro do ano passado. 

 — Sempre penso no Danilo antes de entrar em campo, assim como de todos os que se foram na tragédia. É uma motivação que se busca reforçar, a gente sabe que onde eles estão, estão torcendo pela gente. Como Nivaldo, Follmann, e tantos outros que fizeram história, agora eu coloquei meu nome na história do clube. Estou feliz em ajudar a equipe. A gente buscou desde o primeiro minutos, a gente merece isso. Vamos defender o título da Sul-Americana — disse o goleiro. 

Foi a primeira decisão por pênaltis de Jandrei como profissional. O goleiro disse que estudou o adversário argentino, mas brincou que nenhum dos jogadores estudados cobraram os pênaltis. 

— Então, não adiantou (sorriu). Tinha pouca coisa de pênaltis deles, tentamos buscar. Ali é treino, treinamento de percepção na hora, tentar induzir eles a baterem onde a gente quer e não a gente ir atrás da bola. Melhor se fosse mais tranquilo, mas com emoção assim a gente sabe que é bom — salientou.

© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções