Atualizado 22/08/2018

Chape não consegue pousar, muda rota para Porto Alegre e segue viagem de ônibus

Aeroporto de Chapecó é fechado por conta da neblina, e delegação precisa desembarcar na capital gaúcha; Com jogo marcado para quarta-feira, clube não pretende pedir adiamento

FOTO- Eduardo Cristófoli / RBSTV

 

A Chapecoense precisou mudar sua logística de última hora no retorno a Chapecó após a derrota para o São Paulo, no último domingo. Com o aeroporto Serafim Enoss Bertaso fechado por conta da neblina nesta segunda-feira, a delegação precisou seguir viagem até Porto Alegre, para depois pegar ônibus até o Oeste de Santa Catarina. São 452 km de diferença entre as duas cidades.

 

O clima em Chapecó permaneceu fechado durante quase todo o dia, o que fez o aeroporto local não operar com normalidade. A previsão inicial era que o avião que trazia a delegação de São Paulo pousasse em Chapecó às 18h20 (de Brasília), mas a mudança de rota fez o elenco desembarcar às 19h, no aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre.

 

 

Chapecó teve neblina em boa parte do dia (Foto: Eduardo Florão)

Chapecó teve neblina em boa parte do dia (Foto: Eduardo Florão)

 

De ônibus, a previsão é que o time chegue na cidade catarinense por volta das 4h. Mesmo com a mudança de planos, o time manteve o cronograma de treinamentos da terça-feira. O elenco se reapresenta às 15h30, na Arena Condá, onde Guto Ferreira comandará um trabalho fechado para imprensa e torcida.

 

Na quarta-feira, a Chapecoense tem jogo marcado às 19h30, contra o Atlético-PR. Apesar do caráter decisivo do duelo, já que os dois lutam contra o Z-4, o Verdão não planeja pedir adiamento. O Furacão segue em Curitiba, onde treina na manhã de terça-feira e depois viaja para Santa Catarina.

Fonte: Globo Esporte
© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções