Atualizado 22/01/2019

Justiça rejeita habeas corpus para soltura do médium João de Deus

Agora, estratégia da defesa será entrar com novo recurso para tentar reverter a prisão preventiva por outra medida cautelar, como a prisão domiciliar

Médium João de Deus está preso por suspeita de abuso sexual

Médium João de Deus está preso por suspeita de abuso sexual-(Foto: )

 

A Justiça de Goiás rejeitou no final da tarde desta terça-feira (18) um pedido de habeas corpus em favor do médium João Teixeira de Faria, o João de Deus. A revogação da prisão preventiva havia sido pedido pela defesa do líder espiritual mas foi indeferida pela desembargador Jairo Ferreira Júnior.

 

Como o pedido foi negado, a estratégia da defesa será entrar com um novo pedido que reverta a prisão preventiva por outra medida cautelar, como a prisão domiciliar.

 

João de Deus está preso no Complexo Penitenciário de Aparecida de Goiânia desde o último domingo (16). Ele é acusado de crimes de abuso sexual e, nesse primeiro momento, a investigação se concentra em 15 casos.

Fonte: Diário Catarinense
© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções