Atualizado 09/08/2018

Na chegada ao Chile, Cássio diz ver o Corinthians pronto para o mata-mata: "Tem que ser agora"

Na chegada ao Chile, Cássio diz ver o Corinthians pronto para o mata-mata: "Tem que ser agora"

Após cerca de quatro horas de viagem, o Corinthians desembarcou em Santiago, capital do Chile, no fim da noite desta segunda-feira, para o confronto contra o Colo-Colo, quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), que abre as oitavas de final da Taça Libertadores.

Um dos jogadores mais experientes do Timão, campeão da Libertadores de 2012 e integrante da seleção brasileira na Copa do Mundo da Rússia, o goleiro Cássio admite que o time ainda vive um processo de consolidação com a recém-efetivação de Osmar Loss e as mudanças no elenco.

Há quatro jogos sem perder, porém, a equipe parece ter encontrado um novo caminho pouco antes do início das oitavas do torneio, obstáculo para o Timão nas edições de 2013 (contra o Boca Juniors), 2015 (contra o Guaraní do Paraguai) e 2016 (diante do Nacional do Uruguai).

– Tem que ser agora (o amadurecimento), o quanto antes melhor. Sabemos que nossa equipe é jovem e que está se reformulando, chegaram muitos jogadores jovens, é a filosofia do presidente, mas a gente vem bem, todos que chegaram entendem nossa filosofia, que independe de jogador que chega ou de técnico que muda. Às vezes vamos enfrentar equipes até com mais qualidade que a nossa, mas a vontade e o empenho têm que ser maior que a do adversário – destacou.

O jogo de volta está marcado para o dia 29 de agosto, na Arena Corinthians. Para Cássio, é preciso dar um bom primeiro passo para conseguir a classificação.

– Vamos buscar o resultado positivo. O jogo bonito fica em segundo plano, o resultado conta mais. Temos que almejar a vitória. Na pior das hipóteses, sair com um empate – completou o goleiro.

© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções