Atualizado 09/04/2019

Pelé recebe alta e deixa hospital de Paris

Depois de cinco dias internado no American Hospital of Paris, na capital francesa, por causa de um quadro de infecção urinária, Pelé recebeu alta nesta segunda-feira e revelou que precisou passar por uma intervenção cirúrgica de emergência. Foi pelo comunicado de agradecimento que indicou que não fez apenas exames e ficou sob observação médica.

 

- Eu quero agradecer profundamente a vocês pelos pensamentos positivos e desejos de melhoras. Enquanto eu estava aqui em Paris, eu sofri uma severa infecção urinária que requisitou assistência médica e cirúrgica emergencialmente. Mas, graças ao grande carinho do time de médicos do American Hospital of Paris, eu estou pronto para viajar para casa - afirmou o Rei no comunicado (leia a íntegra no final da matéria).

 

De acordo com sua assessoria, ele vai pegar um voo de volta ao Brasil nas próximas horas.

 

Pelé foi levado para um hospital na quarta-feira da semana passada por causa de uma suspeita de infecção urinária, de acordo com sua assessoria de imprensa. Resfriado, chegou a ser medicado no hotel, mas acordou com febre e foi levado para avaliação médica.

 

No primeiro dia, a expectativa era de que ele fosse liberado depois de algumas horas. Mas, por precaução, foi mantido no local para mais exames. Desde então, encontrava-se em observação - e estava sem febre desde a última quinta. A intervenção cirúrgica só foi comunicada nesta segunda-feira. Não se sabe ainda qual foi feita e quando.

 

O Rei do Futebol foi a Paris para participar de um evento comercial ao lado de Mbappé, craque da seleção francesa e do PSG. O jovem passou a ser patrocinado por uma marca de relógios que tem uma parceria de longa data com Pelé. Os dois conversaram e posaram para fotos, depois de uma aproximação virtual através das redes sociais desde o ano passado.

 

Leia a íntegra do comunicado de Pelé:

 

"Eu quero agradecer profundamente a vocês pelos pensamentos positivos e desejos de melhoras.

 

Enquanto eu estava aqui em Paris, eu sofri uma severa infecção urinária que requisitou assistência médica e cirúrgica emergencialmente. Mas, graças ao grande carinho do time de médicos do American Hospital of Paris, eu estou pronto para viajar para casa. Eu quero expressar o meu caloroso agradecimento a equipe do Dr. Gérard Khayat, Dr. Thierry Guetta e Dr. Gilles Boccara. A França não tem somente grandes jogadores, mas também ótimos médicos.

 

Antes de eu ir para casa pronto para trabalhar de novo, eu também quero agradecer a Hublot. Vocês são mais que meus parceiros, são parte da família. Paris, nós voltaremos em breve."

Fonte: globoesporte.com
© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções